Parceria entre a Polícia Civil e Energisa é considerada 'case' de Sucesso

Parceria entre a Polícia Civil e Energisa é considerada 'case' de Sucesso

A parceria entre a Polícia Civil da Paraíba e a Energisa no combate ao crime de desvio de energia elétrica foi discutida e renovada na tarde desta quarta feira (13) durante uma visita ao delegado Geral da Polícia Civil, João Alves com os técnicos dos setores de combate as perdas de energia e assessoria institucional de suporte de gestão do Grupo Energisa responsável pela distribuição de energia elétrica no Estado. Durante o encontro foi destacado o resultado deste trabalho que só no ano passado somou 41 autuações em várias cidades da Paraíba.

“O apoio da Polícia Civil no combate ao furto de energia é fundamental porque respalda as ações. Quando nossas equipes estão acompanhadas dos policiais os responsáveis pelo furto já entende que o crime foi descoberto e que vai ter que responder por ele, além de pagar a multa que é aplicada. O furto de energia causa um grande prejuízo financeiro não só para a Energisa, mas também para o Estado que perde com a arrecadação de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços - ICMS”, disse o gerente de combate às perdas de energia da Energisa, Felipe Costa.

Os bons resultados da parceria entre a Energisa e a Polícia Civil fazem parte de um Case de Sucesso (caso de sucesso) que será apresentado pelo grupo no Seminário Nacional de Combate ao Roubo de Energia. “Saber disso só mostra o quanto a Polícia Civil da Paraíba está preparada para combater todos os crimes. O nosso objetivo sempre é, e será de proteger a sociedade e mostrar para a população que muitas vezes o que para alguns não parece que é uma pratica ilícita, como o desvio de energia elétrica é um crime e deve ser combatido com as penas determinadas no Código Penal. Autuar e prender quem rouba energia é importante para evitar que outras pessoas tentem fazer isto”, concluiu o delegado geral da Polícia Civil da Paraíba.