Polícia prende suspeito de envolvimento em assaltos a Casas Lotéricas em Campina Grande

Polícia prende suspeito de envolvimento em assaltos a Casas Lotéricas em Campina Grande
Numa ação rápida, eficiente e efetiva, a Polícia Civil da Paraíba, por meio da Delegacia de Roubos e Furtos de Campina Grande, no Agreste paraibano, na tarde desta sexta-feira (14), prendeu Felipe Genuíno da Silva, 24 anos, suspeito de envolvimento nos dois roubos a Casas Lotéricas, registradas na tarde de ontem, ocorridos em intervalo de menos de uma hora, na cidade de Campina Grande. Um dos estabelecimentos fica localizado na Antiga Rodoviária e o outro em um Shopping do Centro.
De acordo com do delegado Cristiano Santana, a prisão se deu através de investigação policial com base nas imagens de câmeras de segurança instaladas na lotérica da Antiga Rodoviária. A polícia trabalhou na edição das imagens o que facilitou a identificação do acusado. Apesar das imagens nítidas comprovarem sua participação, Felipe nega ter praticado o assalto. A Polícia está trabalhando com a possibilidade de outros envolvidos nas duas ocorrências.
Mediante as informações, as equipes de investigação se revezaram e efetuaram a prisão do suspeito, próximo a sua residência no bairro do Catolé. Com a chegada dos policiais, o procurado quis evadir-se do local, no entanto, foi detido e conduzido para a Delegacia, onde foi autuado. Felipe já cumpria pena alternativa em razão decorrente por condenação de porte de arma de fogo. O preso foi levado para a Carceragem da Central de Polícia, onde deve aguardar audiência de custódia.
 “Com essa prisão, demonstra mais um trabalho exitoso no combate aos crimes patrimoniais aqui em Campina Grande. De modo que, as Polícias de forma integrada estão atentas para defender a integridade e oferecer melhor segurança para a população paraibana”, finalizou Cristiano Santana.
Outra prisão: Ainda em Campina Grande, policiais civis da Delegacia de Crimes Contra a Pessoa, na tarde desta sexta-feira, representaram pela prisão preventiva e deu cumprimento ao mandado de prisão em desfavor de Samuel dos Santos da Silva, conhecido por Nininho, indiciado pelo homicídio de Felipe Costa de Lima, fato ocorrido na tarde do dia 5 de janeiro de 2017, no bairro de José Pinheiro, em Campina Grande.  
O suspeito foi levado para a carceragem da Central de Polícia de Campina Grande, localizada no bairro do Catolé, onde aguarda decisão judicial.